21 de junho de 2017 Lelo 0Comment

Perua rycah e phyna, vc me escreveu e eu vou te responder.

Eu já perdi as contas de quantas vezes eu recebi pedido de serviço de personal shopper por email.

Esse serviço, caso você não conheça o termo, é quando uma pessoa te acompanha nas compras, te guiando ou faz as compras para você e entrega o pedido em mãos.

Na civilização (grandes cidades) é bem comum, mas por aqui no calcanhar do Brézil, é bem raro.

Até porque a maioria das pessoas que vem pra cá estão buscando um pouco de aventura e muita economia.

Deixando a questão do valor de um acompanhamento desse, o calo aperta é em outro ponto: A falta de critério das pessoas que se dispõe a isso.

Chegando na Aduana do Paraguai a gente já é engolido por um bando de pessoas oferecendo panfletos e serviço de “guia”.

Essas pessoas que se oferecem para levar os turistas em lojas geralmente levam nos lugares onde eles tem acordo de receberem comissões, e adivinha por que as lojas pagam eles? Porque eles vendem produtos duvidosos e por isso precisam deste recurso.

Lojas tradicionais como Monalisa, Compubras, Shopping China, Spaltec etc… são lojas consolidadas com política de trabalho sério e por isso não tem necessidade de pagar pra poder vender.

Claro que seria MUITO prático você poder contratar alguém pra fazer suas compras, por menor que seja esse público. Mas eu no momento não tenho como indicar nenhuma pessoa idônea para indicar.

Se apega nas dicas aqui e vai com Deus!

#Bença!