5 de janeiro de 2019 Lelo 0Comment

Os brasileiros acham que inventaram algo muito importante, as “Fake News” ou, para quem não é familiarizado com o termo, notícias falsas.

Mas o Paraguay minha plumosa, infelizmente, ainda ganha nesse quesito de Fakes.

E se antes o problema eram os produtos que era falsificados em muitas lojas, esse problema diminuiu.

Diminuiu no sentido de que a quantidade de lojas que vendem falsificações dizendo ser produtos originais, é MUITO menor hoje em dia.

O problema é que a má fé aumentou vertiginosamente.

Sabendo que os turistas hoje em dia estão cada vez mais ligados em pesquisas e em descobrir quais são os lugares onde devem confiar, muitas lojas começaram a usar nomes parecidos, cores de fachada e até de uniformes parecidas. Tudo para enganar as pessoas.

Grandes lojas como a Mega Eletrônicos, Casa Nissei e principalmente a Elegancia Company sofrem diariamente com reclamações de clientes que na verdade foram enganados por lojas que não são dos grupos.

O Ministéio Público tenta conter e frequentemente faz averiguações porém pelo código de leis no Paraguai qualquer caractere que diferencie uma loja de outra já não é culpa do empresário, e sim de quem não se certificou antes de fazer a compra.

Nesta última semana foram fechadas e multadas uma série de lojas como podem ler na matéria completa do jornal LA NACION, clicando AQUI.

Eu aqui no blog estou estudando uma forma de ajudar vocês e logo logo eu conto aqui. Por enquanto anotem BEM os nomes e endereços dos locais que eu divulgo, pois aqui não importa preço, importa qualidade.

#Bença!