19 de outubro de 2019 Lelo

Perua, senta aqui com o titio. Eu não sei quantas vezes eu já falei desse assundo, mas cada vez que eu atravesso a bendita ponte da amizade, é uma série de novos sustos. Sim, eu defendo que cada um deve se vestir como se sente bem, e que roupa curta/justa/transparente/decotada não legitima nenhum tipo de avanço. Lembre-se que você está indo para outro país, outra cultura, outro tipo de educação e costumes diferentes. Vejo com frequência shortinho curto (aqueles com as poRpêta daa bunda de fora), teta pulando pra fora da bRusinha. E o pessoal lá não costuma respeitar esse…